Skip to content

trecho: a misteriosa chama da rainha Loana

31/07/2014

“[…]’Os fascistas sempre existiram. Desde os tempos… desde os tempos de Deus. Pegue Deus. Um fascista.’

‘Mas você não é ateu, não diz que Deus não existe?’

‘Quem disse isso? Dom Cognasso, que não entende nada de porra nenhuma? Eu acredito que Deus existe, infelizmente. Só que é um fascista.’ […]

A liberdade é uma coisa bela entre homem e homem, você não tem direito de me fazer agir e pensar o que quiser. E os nossos companheiros eram livres para decidir se deviam ir para as montanhas ou esconder-se em algum lugar. Mas a liberdade que Deus nos deu, que liberdade é essa? É a liberdade de ir para o paraíso ou para o inferno, sem alternativas. […]

Se Deus é ruim, podemos ao menos tentar ser bons, perdoar-nos uns aos outros, não nos ferir mutuamente, cuidar dos doentes e não nos vingarmos das ofensas. Ajudar-nos entre nós já que aquele lá não nos ajuda. Entendeu como era grande a ideia de Jesus? E quem sabe como Deus ficou irritado. Jesus é o único verdadeiro inimigo de Deus, nada de diabo. Jesus é o único amigo que nós, pobres cristos, temos.”

A Misteriosa Chama da Rainha Loana – Umberto Eco (Record, 2005, 447 páginas)

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: